Since 2015 | Todos os textos e imagens foram produzidos por Vanusa Vicelli e/ou Jucienne S R Camilotti, exceto quando sinalizado. | Todos os direito reservados. Proibido divulgação sem autorização.

A Vida me desafiou

04.12.2015

Nunca foi fácil, mas agora a vida resolveu me desafiar para o tudo ou nada. E eu aceitei!

Por pura falta de opção, é verdade!

Mas aceitei.

De um lado, cá  estou!  Do outro, lá vem o inesperado.

Há quase dois meses, encontrei um caroço no seio esquerdo. Esperei alguns dias para ver se não seria apenas um daqueles granulos que surgem no período menstrual. Como ele insistiu em ficar ali, entrei em contato com minha ginecologista.

Peguei as requisições de exame e já esbarrei na primeira dificuldade. As clínicas famosas, que faziam mamografia e ecografia mamária, estavam com a agenda fechada - praticamente - até o fim do ano.

Felizmente, econtrei uma ( menor) que poderia me atender em uma semana.

Fui com a esperança de que não seria nada, mas com a pulga atrás da orelha. Porém, na tarde dos exames notei que algo não ia muito bem. Precisei repetir três vezes a mamografia e outras duas a ecografia mamária.

Durante a eco,  escutei a assistente dizer ao médico que minha mamografia indicou um tal grau cinco.

O médico  que conversava animadamente comigo ficou um pouco mais sério.

Perguntei: "Doutor, esse grau cinco exige biópsia?".

"Sim, possivelmente" - respondeu ele.

Consegui até antecipar a data da entrega do laudo por conta do "grau cinco". Avisei minha ginecologista, Crisitane Ampessam, que quis me ver na manhã seguinte.

A primeira coisa que ela fez foi me mostrar o prontuário. Anos de pedidos de exames não realizados. O motivo? Não tenho a menor ideia.

Perguntou, "você sabe o que quer dizer grau cinco?"

Como já havia pesquisado respondi: "Sim, é câncer"!

Please reload

Destaque

Uma outra Perspectiva para a Cura - Parte III

November 4, 2019

1/7
Please reload

Siga, Curta e Compartilhe
  • Facebook ícone social
Ultimos posts

September 23, 2019

July 13, 2019

Please reload