Since 2015 | Todos os textos e imagens foram produzidos por Vanusa Vicelli e/ou Jucienne S R Camilotti, exceto quando sinalizado. | Todos os direito reservados. Proibido divulgação sem autorização.

Primeira químio e Reveillon

01.01.2016

A primeira químio a gente não esquece! Pode apostar.

Na última terça-feira, meu dia começou a ser inesquecível pela conversa que tive com o taxista. Um senhor, perto dos 70 anos, cheio de energia e alegria que me contou o quanto lutou na vida e como tinha vencido os obstáculos que surgiram pela frente. Foi inspirador.

Chegando à clinica, logo fui para a consulta com a oncologista. A primeira coisa que fiz foi perguntar sobre aquela história da químio engordar. Ela explicou que, na verdade, a mesma medicação que evita as reações deixa nosso paladar mais voltado para o doce!  "Mais ainda?". Sempre adorei doces, desde criança!!!!

A segunda pergunta foi sobre a cortisona. A Drª Débora me explicou que essa substância está presente nas mesmas drogas que evitam as reações e que nos deixam com aquela quedinha extra por doces.

Ou seja, não inchar e engordar vai me exigir algum esforço!

Da consulta, fui para a sessão de químio. (A essa altura, meu marido e meu filho mais velho já haviam chegado para me acompanhar). Fiquei sentada numa daquelas poltronas confortáveis, recebi o soro com a medicação anti-enjôo. Depois veio a químio vermelha. O problema é que minhas veias não aguentam muito tempo. TIvemos que trocar de braço. Bem, dali em diante era só esperar.

 

Nesse meio tempo a enfermeira Ariane veio conversar comigo, para explicar como funciona o PICC Line, um cateter fixo (fica em você enquanto durar o tratamento, mas preserva as veias e evita o que aconteceu comigo).

Pouco depois, ela voltou para pedir que conversasse com outra paciente, muito nevosa, também em primeira sessão. Foi bom me sentir útil, naquele momento. Não sei se consegui deixá-la mais tranquila, mas eu tentei!

Voltei para minha salinha e fiquei trocando mensagens com várias pessoas. Uma delas, a Juliana, que já fez três químios e, coincidentemente, é paciente da Drª Débora. 

Eu e a Juliana não nos conhecemos pessoalmente ainda. Ela é amiga da minha querida Carol Wolf e entrou em contato pelo facebook depois que a Carol falou de mim. Carol preocupada certamente contou que seria minha primeira químio!!!

A conversa foi ótima!

Saí da clínica umas quatro horas depois que cheguei (e depois de comer um sanduíche natural e beber água de coco). Deveria ter ficado lá no máximo duas horas e meia, mas foi mais demorado por conta da minhas veias não ajudarem...

Chegando em casa, tive muito sono. Dormi!

Acordei e recebi uma visita muito especial, da minha amiga/irmã Cida Stier, que veio me tazer uma medalha de São Bento e um suquinho de uva integral e natural. Ah, trouxe também uns biscoitinhos feitos pela filha, Luah ( e que estavam uma delícia). Depois que a Cida saiu, comecei a sentir um calor, depois uma moleza e, finalmente, o enjôo. Vomitei muito. Foram apenas três episódios, mas muito fortes.  Depois disso, dormi novamente. Parece que só acordei - de verdade - ontem! Os detalhes conto no próximo post porque esse ficou enooorme! E ainda quero ainda desejar Feliz 2016 para todos!! Que seja um ano leve. E que os problemas sejam vistos como desafios a serem vencidos, ou como oportunidades para nosso crescimento!! 

Beijo e até o próximo post!!!

 

 

 

Please reload

Destaque

Uma outra Perspectiva para a Cura - Parte III

November 4, 2019

1/7
Please reload

Siga, Curta e Compartilhe
  • Facebook ícone social
Ultimos posts

September 23, 2019

July 13, 2019

Please reload