Since 2015 | Todos os textos e imagens foram produzidos por Vanusa Vicelli e/ou Jucienne S R Camilotti, exceto quando sinalizado. | Todos os direito reservados. Proibido divulgação sem autorização.

O que mudou pra você depois do Outubro Rosa? No meu caso...

Quem reavaliou os hábitos de vida? o excesso de stress, o tipo de alimentação, a falta de exercício físico? Quem verificou o tempo que não vai ao médico, os cuidados com os exames pedidos por ele? Ainda, quem aprendeu algo novo neste mês sobre prevenção e diagnóstico precoce?

 

Saldo do Outubro Rosa 2017 pra mim... pés inchados e doloridos, uma alergia forte nos olhos e um cansaço físico que me fez  desmarcar os compromissos e passar o domingo  na cama. 

Pra quê tanta correria, alguns podem perguntar. Também não sei! kkkkk

Só sei que os compromissos foram se acumulando, apesar de muitos deles eu ter tentado passar para outras pessoas antes mesmo de aceitá-los.

Eu gosto de falar, tá isso não é novidade!!! rssss Gosto de falar que entre 80 e 90% dos casos de câncer estão relacionados ao hábitos de vida ou ao meio que vivemos. Gosto de mostrar que não é preciso viver numa bolha pra melhorar nossas possibilidades de viver de modo mais saudável. Gosto sim...

Percebi que conto pouco da minha própria história, que valorizo mais o que aprendi...porém, como costumo comentar, a vigilância sobre os maus hábitos precisa ser intensa.

 

Desde os preparativos para o jantar do HC, a minha agenda virou uma maratona. Acabei cometendo alguns "pecados", contra os bons hábitos, que julgava muito distantes. Deixei de almoçar por vários dias, aceitei mais compromissos do que poderia, e deveria, dormi muito pouco, dei pouca atenção àqueles que me são muito caros...

No meio de tudo isso, minha família enfrentou o internamento da minha mãe, que passou por um procedimento delicado ( está se recuperando ainda, com muitas dores, e vejo que fiquei pouco com ela neste processo). Muitos eventos diurnos e noturnos, palestras, além de alguns bate-papos muito produtivos.

Ah, sem contar os compromissos com os filhos, trabalho... porque a vida não pára ( Graças a Deus, né? rssss). 

Vou entrar nos eixos, novamente!!!

 

Neste Outubro, presenciei ( e isso me entristeceu) pessoas aproveitando a causa, e a boa vontade de outras, pensando em autopromoção ( ainda bem que são minoria).

Enfrentei alguns egos exacerbados querendo louros por fazer filantropia. (Isso me chateou, mas nada que tenha me tirado do prumo).

Por outro lado, presenciei uma maioria se doando, investindo horas dos seus dias e noites em prol de seres humanos fragilizados por essa doença que não escolhe cor, raça, posição social, nada!  (Num grupo de mulheres com câncer de mama, somos TODAS iguais, soldados diante da batalha pela vida).

Conheci, neste mês - ou convivi um pouco mais - com gente interessada apenas em melhorar a vida de alguém, querendo mudar alguma realidade, enfim, atitudes que admiro demais!

Vocês não fazem ideia de quantos anjos anônimos existem por aí ( conhecer cada um deles, me faz - diariamente - uma pessoa mais feliz ).

 

Nas ações, das quais participei, contei com a ajuda de parentes, de amigos, de desconhecidos. Fico emocionada quando penso nessa onda de boa vontade. Nem posso citar ninguém aqui porque a lista seria grande demais. Posso falar que, nela, estão alguns médicos ( inclusive atendendo de graça, saindo de casa no fim de semana para ver um paciente...); jornalistas, que não têm se poupado em tentar divulgar as necessidades - e as boas atitudes - em prol do melhor atendimento à pacientes com câncer de mama.

Publicitários jovens, como o Rodrigo e o Coxinha que criaram a campanha "Caroço" e colocaram na Banca da Vivi, em feiras de Curitiba. Eles me deram a honra de contribuir com informações, em nome do Laços do Peito. Meninos, quero tomar um café com vocês porque tenho certeza, vocês valem muito a pena!!! Parabéns!

 

Sei que o texto está grande e que Herivelto Oliveira ( que foi Mestre de Cerimônias no evento de lançamento da campanha abaixo)  vai me censurar por isso.

Mas não dá pra terminar sem citar a alguns detalhes da Campanha Além das Barras e a experiência que vivi nas escolas públicas.

 

  Além das Barras ( www.alemdasbarras,org.br) é a campanha que pode salvar vidas porque pode dar mais estrutura ao Centro de Diagnóstico da Mama do HC-PR. Pode,  também, melhorar a situação de todo setor de mama do Hospital.

Basta entrar no site pra conhecer melhor esse projeto, imprimir uma foto e pagar como se fosse uma conta, através do código de barras.

Além disso, incentive seus amigos e parentes a fazer o mesmo. Tenho dito que tem valores para todos os bolsos.

A gente precisa de unir e fazer aquilo que os governos não estão fazendo... acho que já falei disso, não é?

 

 

Agora, sobre as escolas públicas, a convite do Rotary Champagna!  Bem, falar sobre melhorar alimentação, exercícios e outros hábitos saudáveis, para adolescentes, foi um desafio. Mas, foi extremamente recompensador.

Eu e a Pricila Souza  (Rotary Champagna) saímos das escolas com o coração transbordando. Fiquei impressionada com a participação e educação dos alunos e,  até convidadas para a formatura do terceiro ano, nós fomos!!!  E já confirmamos presença!

 

 

 

Amanhã e dia 08, finalmente, teremos reunião para discutir o uso da renda do jantar. (Não foi fácil conseguir um dia em que todos pudessem participar). Mas, agora, tudo tende a ficar mais tranqüilo.

Finalmente, vou fazer os exames de sangue e marcar consulta no Mastologista e na Oncologista.  :) 

Agora é focar no trabalho e na família! 

Obrigada a todos que me convidaram para participar de alguma ação e desejo, de coração, que todas tenham deixado algo de bom para quem esteve lá comigo!

Até a próxima semana!

 

 

 

 

 

 

Please reload

Destaque

Uma outra Perspectiva para a Cura - Parte III

November 4, 2019

1/7
Please reload

Siga, Curta e Compartilhe
  • Facebook ícone social
Ultimos posts

September 23, 2019

July 13, 2019

Please reload