Since 2015 | Todos os textos e imagens foram produzidos por Vanusa Vicelli e/ou Jucienne S R Camilotti, exceto quando sinalizado. | Todos os direito reservados. Proibido divulgação sem autorização.

A Aceitação

Hoje passei aqui,  para propor - mais uma vez - uma reflexão sobre aceitação.

 

Quando aceitamos uma situação, um fato, um sentimento... não significa que vamos nos conformar e deixar como está. Aceitar,  nos libera do debate improdutivo - inclusive do debate interior - para pensarmos com clareza.

 

Estarmos diante de um desafio (que muitos chamam de problema), exige a capacidade pensarmos clara e rapidamente.

Imagine que você acende uma fogueira na mata e que de repente um pouco de braza voa  até um punhado de folhas secas. Se vc não não pensar rápido e correr até lá para apagar a brasa, corre o risco de se ver no meio de um incêndio, não é"

Agora, se você ficar pensando! Nossa, mas por que isso aconteceu justamente agora? E comigo? Mas eu não merecia ter que levantar daqui e correr apagar esse brasido! Poxa!

Ao fim dessa lamentação, as chamas podem ter começado a se espalhar...

 

Pensar claramente só será possível a partir do momento em que aceitamos que algo aconteceu,  existe, ou  está presente nas nossas vidas.

Uma vez tendo essa aceitação, chega o momento de definir o que fazer a partir dali.

 

Vamos ao passo a passo:

 

Por exemplo,  alguém se sente inferior a outra pessoa. 

 

passo 1 - admitir

passo2  - perguntar a si próprio "por que eu me sinto assim?, o que é possível fazer para reverter esse quadro?"

passo 3 - procurar reconhecer quais são suas qualidade e em quê precisa melhorar (objetivos)

passo 4 - buscar alcançar esses objetivos, um a um - todos de uma vez pode ser muito complicado e difícil, fazendo com que desanime logo de cara.

      Visar o crescimento pessoal, seja por estudos, por leitura, pela espiritualidade, por mudança de comportamento ou, por tudo isso junto.

passo 5 - comemorar cada pequena conquista. A leitura de um livro, um muito obrigado que se diz, a capacidade de recusar algo que nos faz mal, tudo deve ser comemorado.

 

Quando agimos assim, deixamos de focar na dificuldade  e jogamos luz sobre a solução. Saímos da posição de vítimas, para assumirmos a condição de condutores das nossas vidas.

 

Só por hoje, deixe suas resistências de lado e experimente ACEITAR e seguir esse cronograma! Depois me conta  como foi seu dia!  

 

 

 

 

 

 

Please reload

Destaque

Uma outra Perspectiva para a Cura - Parte III

November 4, 2019

1/7
Please reload

Siga, Curta e Compartilhe
  • Facebook ícone social
Ultimos posts

September 23, 2019

July 13, 2019

Please reload