Since 2015 | Todos os textos e imagens foram produzidos por Vanusa Vicelli e/ou Jucienne S R Camilotti, exceto quando sinalizado. | Todos os direito reservados. Proibido divulgação sem autorização.

Prevenção ou Diagnóstico precoce?

15.10.2018

 

Na semana passada prometi falar sobre este assunto.

Então, vamos lá! ( vá até o fim para entender meu convite) 

 

Prevenção passa por melhorar nosso meio e nossos hábitos de vida. Ou seja, reduzir os índices de poluentes; de agrotóxicos suspensos no ar,  que contaminam as águas dos rios, que aderem à composição dos alimentos, que envenenam o agricultor, por exemplo, é melhorar nosso meio. 

 

Melhorar nossos hábitos individuais já sabemos, né? Exercícios físicos 5x por semana, pelo menos 30 minutos ao dia, alimentação equilibrada, frutas e verduras frescas, evitar os alimentos processados e os muito processados, evitar os industrializados, refrigerantes, enlatados,  álcool, não fumar,  consumir o mínimo de produtos com conservantes, espessantes, corantes,  e assim por diante...

 

Mas aí você me pergunta, mas e o autoexame? e a mamografia? e o exame clínico, feito pelo médico?  

Agora vamos falar de diagnóstico... porém lembre-se que quando o câncer dá sinais, ele já não está numa fase tão inicial assim.

 

O Autoexame, é importantíssimo porque  - por ser mensal - pode ajudar a mulher a identificar qualquer alteração na mama, em qualquer idade, ou no intervalo entre uma e outra mamografia - indicada pela Sociedade Brasileira de Mastologia como rotina anual a partir dos 40 anos.

É tão importante que 66,6% dos casos de câncer de mama são descobertos pelas próprias mulheres. Foi o meu caso! porém,  foi por acaso, porque eu não fazia autoexame... 

Provavelmente, se eu tivesse o hábito do autoexame, eu teria identificado as alterações da minha mama, bem antes. Com isso, o tratamento pelo qual passei teria sido bem menos agressivo...

 

Sobre o exame clínico... o médico é treinado para isso, ou seja, é imprescindível que as mulheres tenham uma rotina de consultas ao ginecologista.  Ele pode identificar mudanças que podem nos passar despercebidas.

A  mamografia é o exame que consegue identificar lesões bem iniciais, quando ainda não se consegue sentir pelo toque. Ou seja,  é capaz de fazer o diagnóstico precoce!

 

Meu convite é para que você leve a sério a campanha do Outubro Rosa, que seja um alerta que ajude você a mudar seus hábitos, que te leve a fazer autoexame e ir ao médico com regularidade!

 

Escreva pra mim, caso tenha ficado alguma dúvida!

Divida esse convite com outras mulheres, compartilhe, ajude outras pessoas a entenderem a importância da prevenção e do diagnóstico precoce. 

 

Please reload

Destaque

Uma outra Perspectiva para a Cura - Parte III

November 4, 2019

1/7
Please reload

Siga, Curta e Compartilhe
  • Facebook ícone social
Ultimos posts

September 23, 2019

July 13, 2019

Please reload