Since 2015 | Todos os textos e imagens foram produzidos por Vanusa Vicelli e/ou Jucienne S R Camilotti, exceto quando sinalizado. | Todos os direito reservados. Proibido divulgação sem autorização.

Três meses - Duas Cirurgias

23.09.2019

Calma, meu povo, estou ótima!

Uma das cirurgias eu já contei aqui, foi aquela pra tirar a vesícula que estava cheia de pedrinhas. A outra, bem, a outra vou ter que explicar melhor.

 

Como vocês sabem, eu engordei demais nos últimos quase quatro anos. Uma dificuldade para emagrecer enorme e, depois de um tempo, passei a não ter nenhuma disposição para frear isso. Ok, eu tentei academia e exercícios diários, tentei usar medicação indicada pela endocrinologista, mas nenhuma vontade de entrar naqueles regimes restritivos. Resultado, ultrapassei a linha da obesidade.

 

Foi difícil me ver assim, mas eu já estava aceitando. Porém, como eu mesma já escrevi aqui, o sobrepeso e a obesidade são fatores de risco ( e bem importantes) para câncer e para recidiva ( e de um montão de outras doenças, né?).

Além disso, estava com erosões no esôfago, picos de pressão alta e a alto estima pra baixo do cupinzeiro (ah, não sabia o que dizer, achei que cupinzeiro poderia ser bom, kkk). Aí, a solução foi aquelas que muitas pessoas consideram a mais fácil: cirurgia bariátrica.

 

Fácil pra quem não teve que se submeter a um procedimento cirúrgico e depois ficar bebendo líquido (coadíssimo) em copinhos de 50 ml a cada 15 minutos. E quando teve que iniciar uma dieta pastosa ficar com medo da comida( no meu caso, passei beeeem mal! affff), e que agora quando - teoricamente posso comer de tudo - tem que ser muito mastigadinho, coisa que não aprendi em 50 anos (siiiim eu tenho 50 anos, mas nem eu acredito!!!), e estou ralando pra aprender.

Cada vez que não mastigo o suficiente, eu acabo me sentindo mal. E tem mais... sabe aquele prazer de beber um copão de água, tipo: guti, guti? Pois é, também acabou. No momento posso beber 100 ml, aos golinhos e não dá pra ser nem durante e nem depois das refeições porque senão volta! É que não cabe!

 

Bem, estou falando isso tudo pra vocês verem que não tem nada de fácil nessa história. Mas não me arrependo. Estou reaprendendo a me alimentar e estou voltando a me reconhecer na imagem refletida no espelho.

- 10 kg! Ainda tenho muito pra emagrecer, mas este número é muito impactante. 10 kg em um mês.

Por orientação do meu médico, Dr. Rodrigo Strobel (pensa num cara bom e do bem!), contratei um personal. Aí, lembrei de meu antigo instrutor da academia, o Ricardo (ai meu Deus, não lembro o sobrenome dele). Super cuidadoso, atencioso... sabe aquele cara que te incentiva muito? Esse mesmo. Pensei, tem que ser ele!

Então, amanhã será meu primeiro dia de atividade física pra valer! medoooo! rssss É que outro dia o Ricardo esteve aqui e pediu pra eu alongar depois de uma caminhada... eu fiquei pálida, os sons foram ficando distantes e achei que fosse apagar umas duas vezes!

Nessa hora eu sempre penso: Olha o mico, Vanusaaaa! kkk

Mas o Ricardo é antenado e percebeu as duas vezes e me fez descansar, beber água...

 

Bom, amanhã começo uma nova etapa. Vai favorecer meu corpo, minha mente e ainda vai me ajudar a afastar o risco de recidiva, porque ( vou repetir o mantra) atividade física 5 vezes na semana, é o indicado para quem quer se manter longe de recidiva, de câncer e de muitas outras doenças.

 

Semana que vem vou falar da campanha do Centro de doenças da mama, que está buscando academias para oferecerem vagas gratuitas a pacientes com câncer. Conhece alguma academia que possa se interessar? Pode avisar o blog porque o Laços do Peito apoia essa campanha!

 

 

Please reload

Destaque

Uma outra Perspectiva para a Cura - Parte III

November 4, 2019

1/7
Please reload

Siga, Curta e Compartilhe
  • Facebook ícone social
Ultimos posts

September 23, 2019

July 13, 2019

Please reload